Truques e dicas de como limpar o ralo de duche, mantendo esta zona sempre higienizada

Existem ambientes da casa que merecem um cuidado redobrado na altura da higienização. A base de duche ou a banheira estão entre eles, porque são locais mais suscetíveis à proliferação de bactérias e à acumulação de humidade. Estar a par das melhores técnicas de limpeza do ralo de duche é essencial para evitar o entupimento e o mau cheiro.

Quando tomamos banho, é comum que a gordura natural do nosso corpo, os químicos que usamos e os resíduos da pele e cabelo, escorram com a água e se acumulem nesta zona. Por este motivo a sua limpeza deve ser realizada periodicamente, prevenindo a formação de bolor e microrganismos.

Embora seja um processo desagradável, não precisa ser complexo ou enfadonho. Com as técnicas e receitas a que lhe vamos descrever, será mais fácil manter os ralos sempre limpos, brilhantes e sem cheiro.

ralo de duche water evolution

Antes de tudo, proteja-se

Para começar o processo de higienização, vai necessitar de luvas de proteção e uma esponja, que serão utilizadas exclusivamente para o ralo.

Se nunca fez a limpeza desta zona, saiba que o panorama pode não ser dos melhores, mas nem por isso desista com facilidade.

Remova a sujidade superficial, como cabelos. Depois, prossiga para a limpeza completa, não só da tampa, como da parte interna.

ambiente de banho water evolution

Passo a passo de como limpar o ralo de duche

1. Utilize desinfetantes

Quando for fazer a higienização completa do espaço de banho, aplique os produtos sempre com o auxílio de luvas. Comece por espalhar um pouco de cloro e água quente diretamente no ralo e deixe actuar por alguns minutos. Isso ajudará a eliminar bactérias e germes, além de remover o verdete, desinfetar e branquear toda a zona.

2. Vinagre e bicarbonato de sódio

Esses dois ingredientes também podem ajudar. Coloque 1/2 caneca de bicarbonato de sódio no ralo. Depois, misture 1 caneca de vinagre com 1/2 caneca de sumo de limão e despeje sobre o bicarbonato. Deixe reagir por 10 minutos. Para finalizar, enxague tudo com água quente.

Pode aplicar esta solução sempre que sentir um mau odor a sair dos canos, uma vez que o bicarbonato, por ser um químico alcalino, anula as moléculas da gordura. Enquanto que o vinagre ajuda na formação de espuma dentro do cano, graças ao seu teor ácido.

3. Escova ou esponja

Estas duas ferramentas ajudarão a remover completamente qualquer sujidade que esteja encrostada na parede do cano e do exterior do ralo. A melhor opção é utilizar uma escova de cabo longo, aquelas que já são aplicadas na higienização dos sanitários.

Passe um pouco de sabão neutro sobre a superfície com o objecto escolhido e esfregue bem toda a zona. Verifique bem os cantos e a parte inferior, que também precisa estar sem qualquer verdete.

Para evitar esse tipo de problema, algumas medidas podem ser tomadas como precaução:

Penteie o cabelo antes de tomar banho e recolha os fios que caírem no chão depois do banho;

Lave semanalmente o espaço de banho, mantendo-o sempre longe de bactérias, utilizando os produtos acima descritos.

4. Para polir o ralo

Caso a sua peça seja de metal, utilize um pano húmido não abrasivo para poli-la, embebido em detergente líquido e esfregue, principalmente, as áreas mais engorduradas. Verifique a parte interior, pois é nela que se acumula a maior quantidade de verdete e microrganismos.

Passe um pouco de sabão neutro sobre a superfície com o objecto escolhido e esfregue bem toda a zona. Verifique bem os cantos e a parte inferior, que também precisa estar sem qualquer verdete.

Entupiu! E agora?

Antes de chamar um técnico, tente você mesmo resolver a situação. Usando luvas de borracha, tente remover a sujidade grossa, puxando-a e colocando-a no lixo. Depois, coloque um pouco de desinfetante e deixe agir por 10 a 15 minutos. Por fim, enxague com água quente.